Otoplastia

A Otoplastia é um procedimento que visa a correção estética das orelhas, proporcionando um aspecto mais natural e harmônico e melhorando sua forma e posição.

A estrutura das orelhas está presente desde o nascimento, mas só se torna aparente entre os 5-7 anos de iA microcirurgia é um procedimento delicado e que exige muita concentração e aperfeiçoamento completo para resultados satisfatórios. Ela é realizada por meio da ampliação de imagem, feita por meio do uso de lupas de grande aumento ou microscópio óptico.

Essa técnica permite reconstruir partes mínimas do corpo humano como vasos e nervos, além de transplantar músculos e pele de uma região para outra no mesmo paciente. A microcirurgia é capaz de reconstruir partes do corpo que foram danificadas por acidentes, retirada de câncer, como no caso dos testículos, por exemplo, ou paralisia facial.

dade, momento em que a cirurgia já pode ser realizada. A Otoplastia visa tratar deformidades da região, principalmente as orelhas proeminentes, que são conhecidas como “orelha de abano.”

A Otoplastia proporciona à região um visual estético mais harmônico com as demais partes da face. Nesta cirurgia, é possível também diminuir o lóbulo da orelha ou ainda restaurar uma possível laceração de furos para brincos ou alargadores.

Agende sua Consulta

ORIENTAÇÕES

ORIENTAÇÕES PRÉ-CIRÚRGICAS
Estar em JEJUM de no mínimo 8h;
Levar documento de identificação;
Levar a carteirinha do seu plano de saúde;
Levar todos os exames pré-operatórios;
Levar a sua guia de internação;
Levar seu modelador (se foi recomendado o uso);
Levar sua meia de compressão (se foi recomendado o uso);
Deixar pertences de valor e jóias em casa;
Levar orçamento da cirurgia ou contrato;
Levar termo de consentimento do hospital.

ORIENTAÇÕES PÓS-CIRÚRGICAS
Banho com água corrente e espuma de sabonete antisséptico (protex ou outro de sua preferência);
Manter modelador e meia elástica durante todo o tempo, tirando apenas no momento do banho;
Trocar a gaze do umbigo toda vez que estiver úmida, cuidados com dreno suctor – esvaziar uma vez ao dia e anotar débito;
Dieta leve até a primeira evacuação – evitar alimentos que estimulam flatulência como feijão, couve, batata doce;
Não deitar de lado;
Não permanecer muito tempo sentado, deitado ou em pé durante o dia – alterne posições;
Não erguer os braços acima da linha dos ombros – mesmo que não sinta dor pois o movimento pode prejudicar o resultado da sua cirurgia;
Caminhar com os joelhos semi-flexionados para evitar tensão sobre sua cicatriz abdominal;
Não realizar nenhum tipo de força até o seu primeiro retorno médico;
Iniciar drenagem linfática a partir do primeiro dia de pós-operatório;
Em caso de dúvidas gerais, nossa equipe estará disponível no consultório para atender prontamente pelos telefones (41) 3117-2598 e (41) 98455-0790.